Notícias

 
 
REBONAVE A PRIMEIRA EMPRESA DE REBOQUES E ASSISTÊNCIA NAVAL COM CERTIFICAÇÃO TRIPLA: QUALIDADE, AMBIENTE E SEGURANÇA





Com a premissa de melhorar o seu desempenho, numa logica de melhoria continua, a REBONAVE avançou com o processo de Certificação do seu Sistema de Gestão de Qualidade, Ambiente e Segurança/Saúde no Trabalho, no âmbito dos referenciais normativos ISO 9001:2015, ISO 14001:2015 e OSHAS 18001:2007, tornando-se uma das primeiras empresas com certificação tripla, pelos referenciais de 2015 (Qualidade e Ambiente), em Portugal.


A Certificação do nosso Sistema de Gestão foi conferida pela LLOYDs Register LRQA® – a única entidade certificadora com a acreditação “UKAS – Management Systems”, em Portugal.


A fase de preparação para certificação consistiu num processo desafiante e exigente, tendo contado com o contributo e empenho de todos os colaboradores, denotando-se um crescimento organizacional evidente.
Para além dos benefícios internos, foram fatores motivantes para uma certificação tripla: a demonstração de integridade/compromisso, a inovação/competitividade e a procura constante pela excelência, constantes no Modelo de Gestão da REBONAVE.


Este Modelo assenta nos três pilares que consideramos essenciais numa organização: a qualidade do nosso serviço / satisfação dos nossos clientes, o bem-estar/segurança e saúde dos nossos colaboradores e a mitigação dos impactes ambientais da nossa atividade (responsabilidade para com o ambiente e sociedade), que foram agora reconhecidos.
Sendo a REBONAVE pioneira numa certificação triplamente exigente, estamos certos de garantir um grau de qualidade e confiabilidade, que nos diferencia das restantes empresas deste setor.




 

SALVAMENTO DO PETROLEIRO “TOKYO SPIRIT” – AO LARGO DE CASCAIS

No passado dia 17 de outubro a REBONAVE participou na operação de salvamento do Navio Petroleiro “TOKYO SPIRIT” (bandeira das Bahamas), que encalhou junto ao pontão que protege a marina de Cascais, Lisboa.
O encalhe do navio esteve relacionado com o mau estado do tempo e mar e à perda da amarra de estibordo.


 

Para desencalhar o Petroleiro, de 274 metros, a REBONAVE e a sua afiliada REBOPORT enviaram os maiores e mais sofisticados rebocadores portugueses: o MONTE DA LUZ, MONTEVIL, MONTEMURO (REBONAVE), CASTELO DE SÃO JORGE e CASTELO DE SINES (REBOPORT).
O navio foi depois rebocado pela REBONAVE com destino ao Estaleiro Naval da Lisnave, em Setúbal.



 

REBONAVE, REBOQUES E ASSISTÊNCIA NAVAL, SA e a ISKES TOWAGE & SALVAGE constituíram a nova empresa de reboque e assistência MARÍTIMA, a “PORT TOWAGE LISBON” (PTL).

A “PORT TOWAGE LISBON” (PTL), iniciará a sua actividade no Porto de Lisboa no dia 01 de janeiro de 2017, com uma moderna frota de rebocadores, de ambas as empresas. Esta empresa (Joint-Venture) reúne e complementa as competências e experiência internacional das duas empresas, de forma significativa.

A PTL, herdeira dos princípios de excelência das suas empresas fundadoras, assegurará um serviço de excelência aos seus clientes, com disponibilidade 24/7, para manobrar em segurança, qualquer navio que necessite de assistência no Porto de Lisboa.

A Joint-Venture, PTL, está optimista para começar este novo projecto e continuará a trabalhar com os Clientes, Agentes, Pilotos de Barra e Portos, Autoridades Locais e Nacionais e outros parceiros interessados nas operações de sucesso do Porto de Lisboa.
  Para as duas empresas com a sua larga experiência em operações de reboque marítimo, 2017 será mais um ano nas suas histórias e o primeiro para a PTL, com o objetivo servir o Porto de Lisboa, com um padrão de excelência. A chegada de um novo rebocador para a recém criada PTL em 18 de Dez. ao porto de Lisboa, demonstra o nosso compromisso e empenho.

PORT TOWAGE LISBON no Porto de Lisboa

 

 

 

Reboque da Corveta “GENERAL PEREIRA D’EÇA” – a afundar ao largo de Porto Santo

A REBONAVE, com o seu rebocador ‘MONTEVIL’, no passado mês de junho, rebocou a Corveta ‘GENERAL PEREIRA D’EÇA’  do Estaleiro da Naval Rocha em Lisboa com destino ao largo de Porto Santo, onde esta será afundada, com a intenção de criar um recife artificial.

A REBONAVE orgulha-se de ter participado neste projeto, em que acompanhou a Corveta ‘GENERAL PEREIRA D’EÇA’  naquela que foi a ultima viagem de um navio que serviu a Marinha Portuguesa durante mais de 40 anos e que continuará a servir o País, agora com outros objetivos.

  A empresa esteve envolvida neste projeto desde o início, dando o seu parecer técnico sobre os trabalhos preliminares a desenvolver para a preparação da corveta, antes do seu reboque e posterior afundamento.

Esta colaboração só foi possível, dada a vasta experiência e versatilidade adquirida pela REBONAVE, através das várias operações que tem vindo a executar ao longo dos seus 27 anos de existência.

 

Assistência Marítima ao veleiro ”ETOILE MAGIQUE"

Menos de 24 horas, depois de ter cumprido com sucesso uma missão de assistência marítima, ao largo da costa portuguesa a uma embarcação de pesca,  de novo respondendo a um pedido de assistência à Central de Operações (24/7) - REBONAVE, o rebocador oceânico “MONTENOVO” em prontidão, largou da sua base de operação no porto de Setúbal dia 28/02/2016 pelas 11:15, afim de prestar um serviço de reboque à embarcação de recreio francesa “ETOILE MAGIQUE”, com avaria a cerca de 40 milhas a NW de Peniche, na costa portuguesa.

 

N/M “MONTENOVO”
Porto de Registo: Setúbal,
Força de Tracção: 50 TON

 

Veleiro
“ETOILE MAGIQUE”
Porto de Registo: Marselha - França
Força de Tracção 115T
Lff: 25m; Boca:11m.


 


 

 

Assistência Marítima ao navio pesqueiro “ANACLETO ANTONIO"

A REBONAVE S.A., estando preparada para atuar em todas as atividades associadas ao reboque local, costeiro e oceânico e em particular operações de assistência marítima de emergência na costa portuguesa, concluiu mais uma operação desta natureza, em condições de mar/meteorológicas adversas.

Respondendo a um pedido de assistência, o rebocador oceânico “MONTENOVO” em prontidão, largou da sua base de operação no porto de Setúbal dia 26/02/2016 pelas 19:45, afim de prestar um serviço de reboque à embarcação de pesca “ANACLETO ANTONIO”, com avaria a cerca de 50 milhas da costa portuguesa.


N/M “MONTENOVO”
Porto de Registo: Setúbal,
Força de Tracção: 50 TON



  Depois de estabelecer o trem de reboque, o “MONTENOVO” deu início à operação de reboque para Sesimbra (porto de armamento da embarcação de pesca). As nossas tripulações mais uma vez deram prova da sua competência e profissionalismo, contribuindo de forma ativa para a segurança no Mar Português.


Pesqueiro
“ANACLETO ANTÓNIO”
Porto de Registo: Sesimbra
Força de Tracção : 158 TON
Lff: 25m; Boca:6m.

 

 

REBONAVE convida estudantes náuticos para bordo - Volvo Ocean Race - 2015

No passado dia 7 de junho, a REBONAVE abriu as portas dos seus rebocadores, licenciados no Porto de Lisboa, aos estudantes náuticos de diversos estabelecimentos de ensino.

Os alunos tiveram a oportunidade de assistir, a bordo da nossa frota, à largada da regata da Volvo Ocean Race – 2015 (Lisboa – Lorient, França), saudando em cortesia, os participantes das embarcações de vela oceânica. Com esta iniciativa, a REBONAVE aspirou contribuir para enriquecer a informação dos futuros profissionais do setor marítimo-portuário em Portugal, objetivo comum da divulgada “Semana Azul”.

  Os estudantes tiveram ao seu dispor, a bordo de cada rebocador, um oficial náutico, apoiado por toda a sua tripulação, que introduziu a atividade de reboque portuário/oceânico.
O trajeto realizado permitiu aos participantes usufruírem da vista da marginal de Lisboa, desde o Terreiro do Paço, até Belém, passando por baixo da Ponte 25 de Abril.


 

 

 

 

 

REBONAVE envolvida na cerimónia do dia Mundial do Mar

No âmbito da celebração do Dia Mundial do Mar (25-28 de Setembro), que a REBONAVE ativamente ajudou a promover em conjunto com a Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS) e Câmara Municipal de Setúbal, estiveram atracados e disponíveis para visita ao público, em setúbal, os icons da navegação à vela nacional “SAGRES”, “CREOULA” e “VERA CRUZ”.


Este evento, inédito em Setúbal, contou milhares de visitantes, tendo-se revelado de enorme sucesso. Os participantes tiveram a oportunidade de interagir e compreender as principais regras a bordo de navios.

  A REBONAVE prestou os seus serviços nas manobras necessárias a estes veleiros. Em particular, depois do período de visita, o rebocador da REBONAVE, “MONTEMURO” acompanhou o veleiro “SAGRES” desde o cais 3, em Setúbal, onde se encontrava atracado até fora de barra, por onde este seguiu viagem para Lisboa.



Neste percurso, a bordo do mesmo veleiro, foi promovido um jantar que contou com a participação de diversas empresas de setúbal, incluindo representantes da REBONAVE.

 

 

 

 

 

REBOCADOR «MONTE DA LUZ» - disponível para visita ao público – Projeto “CIÊNCIA VIVA no Verão”

A REBONAVE foi convidada pela Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, a participar no Projeto “Engenharia no Verão”, uma iniciativa que promove visitas a locais onde o público pode ter contato com os diferentes ramos da engenharia.



Trata-se de um programa de visitas a instalações como barragens, pontes, fábricas, portos navios e instalações relacionadas com atividades náuticas, que resulta da importância crescente do sector marítimo e restantes áreas ligadas ao mar.

  No ano em que celebra um quarto de século, a REBONAVE disponibilizou, a 26 de julho, um “rebocador oceânico”, o “MONTE DA LUZ”, que esteve atracado no Cais 2 do Porto de Setúbal, para ser visitado pela população em geral e de Setúbal em particular.



O rebocador teve, durante todo o dia, uma experiente tripulação, a bordo que acompanhou e guiou entusiasticamente os visitantes, respondendo a todas as questões levantadas.

O positivo feedback dos mais de 250 participantes nesta visita foi expresso no Livro de Receção disponível para o evento.

 

 

 

 

AQUISIÇÃO DE NOVO REBOCADOR COSTEIRO

  O programa de investimento sustentado da REBONAVE na sua Frota, passa pela aquisição de unidades navais oceânicas, mas também costeiras, reforçando e melhorando o nível de assistência especializada portuária e costeira.

A nossa frota passará a dispor de mais um equipamento de grande qualidade e capacidade, pela aquisição de um novo rebocador costeiro (azimutal), chegado ao seu porto de armamento em Setúbal – Portugal, no dia 15 de Junho de 2014.
O nome desta unidade naval “MONTEMURO”, tem a característica particular, de ter sido o nome do 1º navio manobrado pela REBONAVE, em Julho de 1989.
Passo a passo como sempre aconteceu, nos últimos 25 anos, vamos construindo o futuro, assegurando uma presença PORTUGUESA no mundo, a prestar serviços de reboque e assistência naval.
 

“MONTEMURO” – Porto de Registo : Setúbal, PORTUGAL. Rebocador Costeiro - Azimutal.
Comprimento f.f.:  28M, Arqueação Bruta 318 T, Potência: 2 × 1.800 BHP, Capacidade Fi – Fi, Força de Tracção de 45 TON

 

 

 

 

REBOQUE PORTUÁRIO DE NAVIO GIGANTE

Em Abril de 2014 a REBONAVE manobrou no estuário do Sado e Estaleiro da LISNAVE o navio graneleiro “BERGE STAHL”– o maior navio que alguma vez entrou nos Estaleiros da Lisnave para reparação em doca seca.

 

 

  O “BERGE STAHL”, propriedade da Berge Bulk (UK), é o 2º maior navio do mundo, contando com 342,1 metros de comprimento e 63,5 m de largura. Pelo seu calado as condições que necessita para operar/navegar este navio só atracou, até ao momento, em 4 Portos do Mundo.

 

A operação de reboque deste navio de fora da barra para o interior do Estaleiro Naval envolveu seis unidades navais – rebocadores da Frota, Oficiais e pessoal de marinharia especializado da REBONAVE.  

 

 

 

 

AQUISIÇÃO DE NOVO REBOCADOR

A REBONAVE, investe num programa sustentado de actualização da sua Frota, que passa pela aquisição de unidades navais, e a actualização e modernização das suas unidades actuais.

 

 

  Com vista a reforçar a nossa presença no mercado do reboque oceânico e assistência marítima especializada, adquirimos um Rebocador Oceânico – AHT “Anchor Handling Tug”, unidade naval de características únicas em Portugal.

Dispomos de Rebocadores Oceânicos, Costeiros e Locais, com elevados níveis de prontidão e disponibilidade, tripulados por equipas experientes e altamente qualificadas, de marinheiros Portugueses.

 

A nossa frota passará a dispor de um equipamento de grande qualidade e capacidade, permitindo a realização de operações marítimas até então não possíveis em Portugal, por uma empresa Portuguesa, com tripulações e equipamentos nacionais.  
“MONTE da LUZ” – Porto de Registo : Setúbal, PORTUGAL, “AHT – Anchor Handling Tug”; Comprimento f.f.: 38M, Deslocamento de 947 T,   Potência: 2 × 2.200 BHP, Capacidade Fi – Fi; Força de Tracção de 55 TON.

 

TODA A INFORMAÇÃO NESTE LINK >>

 

 

 

 

A REBONAVE S.A. inicia operações no Porto de Lisboa - início de 2015

Consagrando-se já a maior empresa de reboque e assistência naval portuguesa, distinguindo-se pela maior frota de rebocadores do país, a REBONAVE dá mais um grande passo, com a reentrada das operações no Porto de Lisboa, em Janeiro de 2015.

Para além da sua posição estratégica no porto de origem (Setúbal), a REBONAVE opera já no Porto de Sines, através da sua participada REBOPORT. Com a entrada em Lisboa, passámos a operar noutro porto comercial, de referência no transporte marítimo nacional


 

A entrada da REBONAVE no Porto de Lisboa pretende contribuir para o equilíbrio da concorrência de serviços marítimos prestados neste porto e para o incremento da qualidade dos mesmos, numa fase de notável expansão da atividade portuária em Portugal.

 

 

 

 

 

PRIMEIRA VIAGEM DO “MONTE DA LUZ”

  O rebocador oceânico “MONTE DA LUZ” – AHT “Anchor Handling Tug” largou do seu porto de armamento para a sua primeira viagem comercial.
A 14 de Maio, o “MONTE DA LUZ” partiu dos Estaleiros da Lisnave (Setúbal), com destino ao Panamá (Porto de Colon), com vista a rebocar a doca flutuante “ALCANTARA ROCHA” , de 62 m de comprimento com destino ao Porto de Lisboa (PT).
Esta viagem terá a duração aproximada de 60 dias, sendo percorridas mais de 8 000 milhas náuticas.

 

 

 

 

 

FROTA REBONAVE – AUMENTO DE CAPACIDADE

  Estaleiros Navais da LISNAVE, em Setúbal, 38º28‘25”N (latitude) e 008º47‘20”W (longitude), permite-nos aceder a qualquer ponto da costa portuguesa prontamente sem restrições, para assistência marítima em operações de rotina ou emergência em todas as condições de tempo em regime 24/7. Dispomos de Rebocadores Oceânicos, Costeiros e Locais, com elevados níveis de prontidão e disponibilidade, tripulados por equipas experientes e altamente qualificadas, de marinheiros Portugueses.
A REBONAVE, reforçou a sua capacidade no âmbito do Reboque Local/Portuário e Costeiro com a inclusão de quatro unidades navais, que se juntam às seis unidades já disponíveis.

A localização geográfica da nossa base de operações no Estuário do Rio Sado nos

  Unidade Navais – incluídas na Frota REBONAVE:
Rebocador Costeiro “PALENÇA” – 45T,
Rebocador Costeiro “Cachofarra”- 35T,
Rebocador Costeiro “Fogueteiro” – 35T,
Rebocador Local “PUXA” – 25T.

 

 

 

 

TRANSFERENCIA DA TERAS CONQUEST 1 (LEWEK LEADER)

Em Dezembro de 2013, a REBONAVE fez a transferência da Plataforma TERAS CONQUEST 1, depois da sua reparação (torre de ré) e mudança de nome (Lewek Leader) – realizadas nos Estaleiros Navais da LISNAVE S.A. para um navio semi-submersível de transporte.

 

 

A REBONAVE assegurou o reboque da plataforma para do Estaleiro para o fundeadouro, onde realizou a complexa manobra de transferência para o Navio TURN (semi-submersível). Pelas grandes dimensões da TERAS CONQUEST 1, a sua transferência exigiu pessoal qualificado dos quadros da REBONAVE. Foram envolvidos nesta manobra cinco dos nossos rebocadores.

 

 

 

 

REFLUTUAÇÃO de N/M "MERLE"

No seguimento do encalhe do M/V “MERLE”, ocorrido na praia do Muranzel – Torreira, Murtosa, no passado dia 19 de Janeiro de 2013, foi concluída com sucesso a “OPERAÇÃO DE ASSISTÊNCIA MARÍTIMA – REFLUTUAÇÃO” ao referido navio, que se encontra já em Estaleiro em Lisboa. Esta operação decorreu conforme planeado e sem impacte na orla costeira – Praia do Muranzel – Torreira, tendo sido repostas as condições naturais.  

 

  A relevância desta operação, decorre do facto de, e mau grado a extensão da nossa costa de aproximadamente 1850 Km (950 Km continente + 670 Ilhas), ter sido a primeira vez que sobretudo com recursos Portugueses, se planeou e executou com sucesso uma operação similar em território nacional.

 

TODA A INFORMAÇÃO NESTE LINK >>

 

 

 

 

APOIO NAS PROVAS DE MAR DO KUGIRA II

  Em Janeiro de 2014, a REBONAVE S.A. coordenou as operações de reboque nas Provas de Mar da Doca Flutuante “KUGIRA II”, que foi construída nos Estaleiros Navais da LISNAVE S.A., em Setúbal - 38º 28.5´N (latitude) e 08º47.3´W (longitude).

  Tendo em consideração as características de profundidade do Estuário do Sado, a REBONAVE coordenou a manobra de posicionamento do KUGIRA II no local das Provas de Mar, envolvendo quatro dos seus rebocadores na manobra. Durante a execução das Provas de Mar foi mantido em standby, um rebocador e uma tripulação a bordo da plataforma.
Contatos Rebonave - Reboques e Assistencia Naval